Paixões que reaparecem com o tempo - Gabrielle - um blog sobre cachos, beleza e lifestyle!

30.6.13

Paixões que reaparecem com o tempo




Conheço uma garota que há 5 anos conheceu um cara. Um garoto radiante, de sorriso  bonito, olhar sincero, sonhador e completamente apaixonado pela vida. Achava que todas as coisas ruins aconteciam porque algo melhor estaria por vir, tinha um bom humor estressante as vezes. Estudavam na mesma escola.  Ela se encantou por ele com uma facilidade enorme. Dizia-me que seu jeito doce menino de ser tinha feito ganhar seu coração. Eles se gostavam mas não tinham coragem de assumir um para o outro, acho que por pecuinhas da escola, medo de comentários. Na escola é tudo muito descomplexado, comentários surgem a toda hora, sempre tem alguém reparando em sua vida e acaba fazendo com que muitas coisas deem errado.
O ano foi passando. Se aproximavam, se afastavam e isso o ano todo, mas nunca davam o primeiro passo para um relacionamento ou até  mesmo maior aproximação. Ela era um pouco tímida, e mesmo sabendo que sua paixão era retribuída, tinha medo do que poderia acontecer. Mas como tudo oque é bom dura pouco o ano letivo acabou e ele viajou para outra cidade com sua família. Ela, por sua vez, sofreu muito com isso; não sabia quando o veria de novo, nem se teria a oportunidade de falar sobre seus sentimentos, ou até senti-los novamente.
Depois de meses para poder superar, conheceu vários rapazes, alguns ficaram apenas na amizade, com outros rolou relacionamentos - mas nada marcante.
Se passaram 5 anos e ele não tinha mais dado notícia, então ela começou a pensar que tinha sido só uma paixãozinha adolescente, coisa boba. Mas para sua surpresa, o vento traz de volta o que a brisa levou há algum tempo atrás -  Em um passeio ao parque ela passa despercebida e esbarra em um rapaz alto, magro, carregando vários livros (que com a queda caíram ao chão), ela rapidamente apanha seus livros enquanto ele se levanta. De repente seus olhares se batem e ela percebe que seu passado tinha voltado a encontrar seu presente, sua antiga paixão. Se reconheceram. Conversaram. Marcaram de se ver novamente. Desde então, coração bateu mais forte, mãos soando, borboletas sobrevoando o estomago, era sinal de que ainda escreveriam muitas linhas nos capítulos dessa história. Dúvidas vieram encontra-la: Será que isso vai ficar apenas em amizade ou irá virar algo a mais? Será que ele ainda sente algo por mim? Será que tudo aquilo que vivemos, significou algo pra ele? Mas esses "serás" só iram ser respondido pelo tempo.

Oque eu quis tentar transmitir á vocês por essa história real foi o seguinte:
 Os sentimentos quando verdadeiros, nunca somem ou simplesmente acabam, eles ficam guardados nos fantasmas do nosso coração, profundamente no lugar mais sincero do nosso consciente, e um dia eles sempre reaparecem para mostrar que na realidade nunca morreram.

-Gabrielle Lima.


2 comentários:

  1. Não acreditava nesta frase tão usada: " o que é seu volta"
    Mas agora passei a acreditar!

    http://opiniao---propria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom flor, eu sempre acreditei mas nunca tinha acontecido comigo, até um dia desses. Obrigada pela visita e volte sempre ta? Beijos!

      Excluir